Notícias


Publicado em:
27
11/2018

Fim de semana pós-Black Friday gera quase R$ 1 bilhão no e-commerce

Vendas no sábado e domingo cresceram 30% na comparação com mesmo período do ano passado, aponta estudo da Ebit|Nielsen



Metatags: Black Friday, Comércio Digital, Ebit|Nielsen, Vendas, Consumo

No final de semana pós Black Friday (dias 24 e 25 de novembro), o e-commerce faturou R$ 950 milhões, apontam dados da Ebit|Nielsen, referência em informações sobre o comércio eletrônico brasileiro.

Na comparação com o mesmo final de semana de 2017, as vendas cresceram 30,4%. O número de pedidos foi de 1,874 milhão, alta de 18,8% ante ao mesmo período do ano passado. O tíquete médio foi de R$ 507, crescimento de 9,8% na mesma base de comparação.

Com o resultado do final de semana pós-Black Friday, o faturamento no e-commerce ultrapassou R$ 3,55 bilhões nos últimos quatro dias, alta de 25% na comparação com 2017. De acordo com Ana Szasz, líder Comercial para Ebit|Nielsen, os varejistas se planejaram também para o final de semana.

“Os lojistas tinham produto, tecnologia e pessoas trabalhando para garantir as vendas. Além disso, eles foram criativos e guardaram alguns anúncios de oferta. Também percebemos que houve um acompanhamento detalhado do que estava sendo vendido, e ajustes estratégicos foram realizados para promocionar certos itens”, diz Ana.

Do ponto de vista do consumidor, por sua vez, a melhora da conectividade e a influência dos grupos de redes sociais, como o whatsapp, também impactaram positivamente. “Sabemos o quanto os brasileiros gostam e confiam no ‘boca a boca’. Quem encontrava uma boa promoção, compartilhava com conhecidos, o que acabava gerando interesse de compra”, reforça.

Fonte: Assessoria de imprensa / Foto: Fotos Públicas / Rovena Rosa/ Agência Brasil


Últimas notícias

Cinco dicas do Sebrae para quem quer abrir um e-commerce

Plano de negócio é o primeiro passo para os interessados.
Leia Mais

Natal deve movimentar R$ 53,5 bi na economia

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e do Serviço de Proteção ao Crédito apontam que mais de 110 milhões de consumidores devem ir às compras e investir, em média, R$ 116 por produto.
Leia Mais

Redes sociais foram feitas para se consumir música

Esta é a opinião dos Millennials, segundo pesquisa da MusicWatch: os jovens da geração Y consomem música massivamente pelo Instagram, Twitter e Facebook.
Leia Mais